há duas opções para alcançar a neutralidade: uma é proferindo juízos de facto; a outra é absorvendo opiniões radicais e contraditórias.

infelizmente muita gente parece tomar a primeira opção. que vida tão insípida! às vezes até dúvidas tenho se os factos são absolutos…