para que “às vezes” se concretize, é preciso exigir “sempre” – eis o porquê da (minha) radicalidade.

Anúncios